Comitiva da região Norte conhece o Porto de Imbituba

Empresários da Praia do Ervino se unem para reivindicar melhorias na região
11 de outubro de 2017
Ex-secretário de segurança do RJ discute o combate ao crime organizado em Joinville
17 de outubro de 2017

Foto: Emmanuel Farias

Foto: Emmanuel Farias

O Comitê Gestor para BR 280, representado por pessoas de São Francisco do Sul, Araquari e Joinville estiveram na terça-feira (10) acompanhado do deputado Patrício Destro (PSB) em uma reunião com o diretor-presidente do Porto de Imbituba, Luis Rogério Pupo Gonçalves. A comitiva fez a visita com a intenção de conhecer o funcionamento do porto que há alguns anos passou para a administração da SCPar.

A extinção da autarquia do Porto de São Francisco do Sul está sendo discutida na Assembleia Legislativa de Santa Catarina desde abril e segundo o Governo do Estado é necessária para que o Executivo cumpra a sua parte no acordo celebrado com a União em 2011. Pelo acordo, o porto de São Francisco do Sul precisa ser administrado por uma sociedade de propósito específico (SPE) que será subsidiária da SCPar.

Durante a reunião, o presidente explicou como foi feita a transição na época em Imbituba e deu dados da movimentação portuária na cidade. “Antes nós não pagávamos nenhum imposto, atualmente só para o município pagamos em média R$ 5 milhões por ano. No nosso segundo ano de movimentação tivemos um lucro de R$ 20 milhões. E o acionista, que neste caso é o Governo do Estado, pode fazer investimentos em prol do porto. Já foi investido no acesso portuário, por exemplo”, contou Gonçalves.

Melhorias na BR-280 também foram discutidas pelo grupo que está preparando um documento com informações sobre a quantidade de veículos que passam diariamente pela rodovia e a importância da implantação da terceira e quarta pista para reduzir os congestionamentos em pontos específicos como o trevo do Itinga e de Balneário Barra do Sul que será apresentado à Antaq. A estimativa é que hoje, fora da temporada, cerca de 17 mil veículos passem diariamente no trecho da BR-280 entre Araquari e São Francisco do Sul.

Segundo coordenador do Comitê Gestor e presidente da Associação Empresarial de Araquari Alcidir Boaretto, o objetivo da visita é também conhecer os mecanismos utilizados para as obras de acesso ao Porto na cidade com recursos do setor portuário, ação essa que se assemelha aos dificuldades que ocorre com a BR -280, único acesso do Porto de São Francisco do Su,l via BR280.

“O engessamento da mobilidade urbana com o aumento diário de caminhões e automóveis é uma dos entraves que prejudica toda comunidade de Araquari e São Francisco do Sul. A busca de soluções com obras de alargamento das vias, construção de rotatórias e marginais em Araquari são uma das reivindicações dos dois municípios”, comentou Boaretto.

Estiveram presentes presidente ACIAA Alcidir Boaretto e diretora de Marketing Margaret Paim, presidente do CDL Joinville Frederico Fredy Cardoso dos Santos, deputado estadual Patrício Destro, vive-presidente Infraestrutura da Facisc André Gaidzzinski, assessores e o ex-prefeito de Araquari Francisco Garcia.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *