logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
Negócios

1º de dezembro a mão-de-obra do terminal graneleiro será do Sindicato dos Arrumadores

Presidente do SINDACAP Marcos Paulo Lopes se reuniu ontem (07) com o novo presidente do Porto São Francisco do Sul - SCPar, Diego Machado Enke, para discutir a volta da mão de obra da categoria no Terminal Graneleiro CIDASC.   

De acordo com Paulo Lopes, há 14 anos os trabalhadores tentam reconquistar o campo de trabalho da CIDASC, um trabalho que vai ajudar muito as famílias, principalmente em momentos de baixa movimentação de navios no porto.

"Desde que assumimos, trabalhamos duramente para colocar nossa mão-de-obra a disposição do terminal, mas sabíamos que a luta não seria fácil. Nos últimos meses, com a entrega do Terminal Graneleiro CIDASC para o PORTO SFS- SCPar, vimos uma oportunidade de ouro para avançarmos em nossos objetivos e mergulhamos a fundo nesta ideia. Após inúmeras reuniões na SCPar e em Florianópolis, e inúmeros ofícios protocolados junto as autoridades competentes, veio o resultado do nosso trabalho: a partir de 1º de dezembro a mão-de-obra do terminal graneleiro será do Sindicato dos Arrumadores, conforme a lei determina", comunica em Carta Aberta, Marcos Lopes.

Marcos Paulo Lopes também apresenta algumas reivindicações contempladas ao longo da gestão e já comemora o aniversário de 88 anos de fundação do Sindicato, neste mês de novembro, como presente a volta dos trabalhadores ao Terminal Graneleiro.

"Resolvemos a questão de falta de mão-de-obra com as regras de escalação, com uma regra inovadora a nível nacional, diferenciando os picos de trabalho com uma escala de alta e baixa demanda, inibindo a entrada descontrolada de pessoal no sistema; negociamos uns dos melhores salários de capatazia a nível nacional, e agora, ampliamos nosso mercado de trabalho com o Terminal Graneleiro", comemora Lopes.




15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados