logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
Economia & saúde

Ações sociais de ArcelorMittal Vega em 2020 priorizaram comunidade e combate à Covid-19

Além de apoiar ações de enfrentamento ao coronavírus, Vega investiu em projetos de desenvolvimento comunitário, educação, meio ambiente e cultura no Norte de SC. Em parceria com a Secretaria de Saúde de São Francisco do Sul, uma das primeiras mobilizações realizadas com a chegada da pandemia foi a doação de testes para Covid-19, máscaras, álcool em gel, aventais e oxímetros. Também foram viabilizados mobiliário e equipamentos hospitalares para a instalação de um hospital de campanha em São Francisco do Sul.

A pandemia e os seus impactos fizeram de 2020 um ano atípico que afetou comunidades e o desenvolvimento econômico. Diante deste cenário, as ações sociais de grandes empresas estiveram em evidência durante todo o ano. Elas foram determinantes para criar uma rede de apoio para combater o avanço da Covid-19. Porém, mais do que isso, foram fundamentais para manter vivos projetos sociais das comunidades onde atuam. 

Na ArcelorMittal Vega, unidade de produção de aços planos localizada em São Francisco do Sul, as ações de combate ao coronavírus se destacaram entre as ações sociais, mas 2020 não foi só isso. Durante todo o ano, a empresa contemplou em suas ações sociais projetos no âmbito da educação, meio ambiente, cultura e desenvolvimento comunitário, iniciativas que fortaleceram os laços com a comunidade local em um ano tão delicado. 

"Com a pandemia, o foco de Vega foi ajudar a comunidade de São Francisco do Sul com saúde, mas também não deixamos de avaliar as instituições apoiadas, analisando a necessidade de cada uma", ressalta Kally Cristina Dallagnelo Finke, Técnica de Comunicação e Responsabilidade Social de Vega. Entre as ações contempladas, reforça Kally, muitos projetos precisaram se adaptar à pandemia. 

Para manter ativa a agenda de ações sociais do ano, as visitas presenciais de Vega às instituições atendidas se transformaram em encontros virtuais via ferramentas como WhatsApp e Teams. Também foi necessário atualizar contratos de patrocínio, principalmente aqueles que exigiam encontros presenciais. Devido a esse impedimento, alguns projetos não iniciaram em 2020, mas devem ser apoiados em 2021, avaliados caso a caso. 

Um dos exemplos desta adaptação foi o projeto Pepe Efata - Rede ao Mar, ação socioeducativa que atende a crianças no contraturno. Com o fechamento temporário do espaço para cuidar das crianças, o apoio se transformou em doações de cestas básicas para as famílias mais carentes inseridas no projeto. Cerca de 30 famílias foram assistidas mensalmente com as cestas básicas. 

"A ArcelorMittal manteve o apoio ao nosso projeto, e isso possibilitou o atendimento às famílias num tempo de indefinições e dúvidas. A Rede ao Mar continua atendendo as famílias por meio de visitas, fortalecendo os vínculos e cuidados e sendo presente na vida das crianças. Não pudemos estar com nossas aulas, entretanto o contato e a orientação via assistência social da entidade foi relevante para eles", ressalta Marli Terezinha Varela Mette, coordenadora do projeto da Rede ao Mar. 

Mesmo com o distanciamento imposto pelos protocolos de segurança, impedindo de receber as crianças na entidade, a Rede ao Mar encerrou 2020 mantendo o atendimento às 120 crianças que participam do projeto.

"Nós nunca desistimos de levar esperança ao coração dessas crianças e de suas famílias. Entregamos cestas básicas, orientamos as mães com tarefas da escola e assim estivemos juntos com elas nesse tempo todo", reforça a coordenadora do Rede ao Mar. 

Uma parcela significativa das ações sociais que se destacaram em 2020 em Vega teve como pano de fundo o enfrentamento à pandemia. Grande parte das ações foram voltadas para a comunidade de São Francisco do Sul, sede de Vega e também lar de mais da metade dos empregados da produtora de aço. 

Em parceria com a Secretaria de Saúde de São Francisco do Sul, uma das primeiras mobilizações realizadas com a chegada da pandemia foi a doação de testes para Covid-19, máscaras, álcool em gel, aventais e oxímetros. Também foram viabilizados mobiliário e equipamentos hospitalares para a instalação de um hospital de campanha em São Francisco do Sul.  

O Gerente Geral de Vega, Sandro Sambaqui, reforça que a empresa foi parceira em iniciativas de apoio ao enfrentamento em nível nacional e estadual, mas, principalmente, se fez presente em ações comunitárias. "Em São Francisco do Sul, estivemos ao lado da comunidade, ouvindo seus anseios e prestando auxílio, principalmente no início da pandemia, quando a necessidade de materiais de proteção era ainda mais urgente", destaca o gerente da unidade. 

Um bom exemplo desta parceria ocorreu com a Rede Feminina de Combate ao Câncer. A Vega doou máscaras, luvas, álcool 70% para que a entidade pudesse se preparar adequadamente para atender aos pacientes oncológicos com mais segurança. No Lar dos Idosos, em São Francisco do Sul, a Vega viabilizou a doação de alimentos, material de higiene e limpeza. 

Para reforçar o enfrentamento à pandemia do coronavírus no Brasil, a ArcelorMittal investiu mais de R$18 milhões em diferentes ações pelo país para ajudar no combate à Covid-19. Uma delas foi a doação realizada por Vega para o Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina Contra o Coronavi?rus (Fera), uma parceria entre a Fiesc e o Governo de Santa Catarina que arrecadou dinheiro para a compra de equipamentos como respiradores e materiais hospitalares. 

Sobre a ArcelorMittal Vega 

Vega é uma das unidades do grupo ArcelorMittal, líder mundial na produção de aço. A empresa de São Francisco do Sul atua na transformação de aços planos decapados, laminados a frio e revestidos para atendimento dos setores automobilístico, de eletrodomésticos e da construção civil. 



15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados