logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
Segurança

Novo comandante assume posto no 27º Batalhão da Polícia Militar

14 Março 2019 18:20:00

Evento grandioso foi diferente das últimas cerimônias de posses da PM na cidade, que ocorriam no próprio Batalhão

Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense

Nesta semana, o Major Celso Mlanarczyki Júnior assumiu o comando do 27º Batalhão da Polícia Militar. Deixa a cidade o comandante anterior, coronel Moisés Eduardo Garcia Junqueira, que se encarrega agora de liderar a 3ª Região da Polícia Militar - Balneário Camboriú, Navegantes e Itajaí.

O evento grandioso foi diferente das últimas cerimônias de posses da PM na cidade, que ocorriam no próprio Batalhão. A celebração foi em local de grande acesso ao público francisquense, no Aterro Babitonga, Centro Histórico. Contou com a presença do subcomandante-geral da PM em SC, coronel Cláudio Roberto Koglin, o comandante da 5ª Região da Polícia Militar em Joinville, Dirceu Neundorf, o prefeito Renato Gama Lobo, o juiz Tiago Fachin, o promotor Alan Rafael Warsch, entre outras autoridades políticas e militares.

O Major exercia anteriormente um trabalho como subcomandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, entre 2018 e 2019. Antes disso, era chefe de operações no mesmo Batalhão. Agora o comandante tem desafios na nova cidade e pretende primeiramente conhecer a fundo o Batalhão e o município. "O comando anterior fez um excelente trabalho aqui na região. Um trabalho de aproximação da comunidade com a Polícia Militar, tanto com os órgãos municipais, quanto com a iniciativa privada. Então manter essa relação. E trazer algumas características, claro que a gente traz, de batalhões como são os de Joinville, talvez uma organização um pouco mais operacional, buscando mais essa questão de redução de índice", prioriza o comandante.

No combate ao tráfico de drogas e as facções criminosas, problemas recorrentes na cidade, o Major explica que esses dois delitos ocasionam e elevam muito os índices de homicídios e que são problemáticas em todos os locais. As ações que o comandante pretende já colocar em prática são o aumento de operações policiais. "O aumento do número de operações policiais, um serviço de inteligência forte para combate a esse tipo de criminalidade, e sem dúvida o apoio da comunidade".

Efetivo

O subcomandante-geral da PM em SC, coronel Cláudio Roberto Koglin, conta para Jornal Correio Francisquense que a corporação está terminando o edital para abertura do concurso de ingresso de 1.000 policiais militares. "Esses policiais militares, se tudo ocorrer bem, estarão a disposição da sociedade, prontos para e em condições de atuarem a partir de março do ano que vem", afirma. "Há uma disposição do Governo do Estado de Santa Catarina, a depender do seu desempenho econômico, de acrescentar até 2022, 3.000 policiais militares ao grupo de 10.300 que somos hoje".


Imagens

Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense
Foto: Júlia Vieira/Jornal Correio Francisquense



15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados