logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
Meio ambiente

Programa Produtor de Água conclui estudo da região de São Francisco do Sul

Pesquisa foi realizada na microbacia do Morro da Palha, importante fonte de captação de água para abastecimento público

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), por meio da Diretoria de Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável (DMUC), lançou nesta quarta-feira, 03, o Planejamento Estratégico do Programa Produtor de Água em São Francisco do Sul, realizado na microbacia do Morro da Palha, importante fonte de captação de água para abastecimento público. 

Pioneiro na região, o estudo mapeia os problemas da região e aponta as ações, estimulando à política de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) voltada à proteção hídrica no Brasil - um dos objetivos que vai ao encontro das diretrizes da Agência Nacional de Águas (ANA). A pesquisa aponta ações que visem a redução da erosão e do assoreamento de mananciais no meio rural, melhorando a qualidade e a oferta de água.

Atualmente São Francisco do Sul conta com 52 mil habitantes (IBGE/2010) e, na alta temporada, recebe cerca de 2 milhões de turistas. A Microbacia do Morro da Palha é a maior responsável pelo abastecimento do município. A entrega do estudo ocorreu no auditório da RPPN Vega do Sul, situada na microbacia estudada e reuniu representantes de associações, prefeitura, empresários e indústrias. 

"Nossas cidades estão crescendo economicamente, é preciso pensar no desenvolvimento sustentável e este projeto contempla as prioridades ambientais de conservação, preservação e idealização do futuro das regiões", destaca o secretário Lucas Esmeraldino.

De acordo com o diretor de Mudanças Climáticas e Desenvolvimento Sustentável, Luis Antônio dos Santos, o Programa Produtor de Água de Santa Catarina já impactou, até o momento, São Bento do Sul e São Francisco do Sul. 

O próximo lançamento do programa será o Planejamento Estratégico da Bacia do Rio Cubatão, prevista para o final deste semestre. O start das ações ocorreu em um hotel em Santo Amaro do Imperatriz, na última terça-feira, 02. 

"A finalidade é estimular todos os atores do ecossistema a investir em ações que ajudem a preservar o meio ambiente, como por exemplo, incentivar produtores ao cuidado do trato com as águas, recebendo apoio técnico e financeiro para implementação de práticas conservacionistas. Assim, além do ganho econômico na produção, o produtor também melhora a quantidade e a qualidade da água da região, beneficiando a todos", explica o diretor Luís Antônio.

Oportunidade

Demais regiões do Estado que queiram aderir ao modelo executado pela SDS terão acesso no fim de 2019 ao Plano Modelo de Fiabilidade e Sustentabilidade Econômica para Projetos de Pagamento por Serviços Ambientais, que contém explicações minuciosas dos processos de diagnóstico, análise e plano de ação.




15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados