logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
Política

Juiz Eleitoral Dr. Felippi Ambrósio fala da eleição que acontece dia 15 e a importância do Voto Consciente

O dia da votação será no próximo domingo (15) e o Jornal Correio Francisquense foi conversar com o Juiz Eleitoral da Comarca de São Francisco do Sul, que atende também as cidades de Balneário Barra do Sul e Araquari, Dr. Felippi Ambrósio (1ª Vara Cível), sobre os últimos ajustes para a eleição municipal. De acordo com Dr. Felippi, até o momento nos três municípios da sua abrangência não houve episódios mais contundentes que pudessem passar da normalidade. Questões envolvendo denúncias, processos, representações estão de acordo com suas expectativas.

" É normal o debate político eleitoral mais intenso na medida que vai chegando o dia da eleição, mas nada que atrapalhe os fluxos do processo eleitoral. O que tem mais chegado para nós são as propagandas eleitorais irregulares, denúncias de distribuição de brindes como camisetas, máscaras etc", comenta Ambrósio.  

Eleição em plena Pandemia

Estamos vivenciando um período atípico por conta da pandemia. A gente continua cumprindo os protocolos de segurança sanitária que foram estipuladas pelos decretos estaduais e municipais.

No dia da eleição os eleitores terão que cumprir os protocolos como levar máscara, uma caneta e manter o distanciamento. Vamos fiscalizar bastante a aglomeração de pessoas nos colégios e nas sessões de votação por conta dos decretos que impõe o afastamento social.

A gente sabe que numa eleição os ânimos ficam mais exaltados por conta da proximidade dos eleitores com os candidatos, e é um pouco difícil controlar o "distanciamento social". Com apoio da Polícia Militar e do Ministério Público Eleitoral, vamos fiscalizar e coibir esse tipo de prática.

No dia da eleição teremos servidores da justiça eleitoral trabalhando de forma volante fazendo a fiscalização. A Polícia Militar tem a atribuição de fiscalizar e prender quem descumprir as regras sanitárias, estas que impõe uma sansão penal, a prisão em flagrante, além das regras eleitorais que devem ser cumpridas.

Haverá uma intensa e efetiva fiscalização, montamos equipes que farão essas fiscalizações. Quem for surpreendido praticando alguma irregularidade no dia da eleição vai ser detido, preso em flagrante delito e encaminhado para o Fórum. Se o delito for de menos ofensivo será lavrado o termo circunstanciado onde o Ministério Público estará presente para fazer a proposta de transação penal com a presença do juiz ou de um responsável designado, inclusive com a participação da OAB.

Abstenção de votos

Quanto a um possível aumento de abstenções devido a pandemia, Dr Felippi fala da possibilidade ocorrer abstenção devido à preocupação das pessoas que fazem parte do grupo de risco ou com algum problema de saúde deixarem de comparecer, mas acredita que por ser uma eleição municipal, as pessoas são mais engajadas no apoio aos candidatos, o voto será a forma que elas poderão demonstrar a sua maior participação.

"Mas pode acontecer: como exemplo notamos que no Cartório Eleitoral houve muitos pedidos de dispensa de mesários por conta da pandemia. Hoje ainda temos um déficit de mesários, mas vamos deixar tudo completo no dia da eleição. O que temos é um número reduzido de colaboradores devido a regra do distanciamento".

Voto Consciente

"Vivemos um momento de comemoração da própria democracia. Onde temos a possiblidade, de forma isenta, escolher nossos candidatos. O que vivemos hoje foi algo que nos custou muito, muito caro se pensarmos no passado como funcionava a escolha dos votos.

Precisamos tentar isolar o sentimento de raiva, afinal estamos escolhendo de forma democrática, aquele que vai gerir a cidade pelos 4 anos. A pessoa que for escolhida, passada pelo filtro da população, será a gestora de todos os cidadãos. Me soa estranho essa paixão exacerbada a determinadas posições políticas ideológicas inclusive, muitas dessas paixões, gerando ataques a honra a candidatos e eleitores.

O ideal seria o eleitor isolar as 'paixões' eventuais referências, e analisar as opções que ele tem, seja ele candidato a vereador ou a prefeito, e dentro daquelas opções que preenche o determinado requisito, na concepção do eleitor, são essenciais para o trabalho que o candidato tem que fazer após vencido o pleito.

O voto consciente é o respeito aos filtros que o amigo utiliza para fazer a escolha dos candidatos dele, e no final respeitar a escolha da maioria, porque o escolhido é que vai representar toda a cidade e todos os cidadãos".



15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados