logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
Política

São Francisco do Sul terá novos investimentos na infraestrutura

A partir do segundo semestre prefeito relata que será lançado novo pacote de obras

Júlia Vieira
Foto: Júlia Vieira/ Jornal Correio Francisquense

O prefeito da Renato Gama Lobo concedeu uma entrevista para o jornal Correio Francisquense sobre situação do município em diversos setores como a mobilidade, a regularização fundiária e os investimentos para o ano de 2019. Confira: 

Segundo Pacote de Obras

Para junho, o prefeito relata que será lançado o segundo pacote de obras com a execução de 12 obras. A licitação da empresa que fará os projetos já foi feita. O secretário do Núcleo de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Cláudio Pereira dos Santos, explicou para jornal quais trechos seriam contemplados com o pacote:

Cláudio: "Nós soltamos na semana passada uma licitação para contratação de empresas especializadas em produção de projetos para 12 obras que seriam: a rua Joinville, trecho que está no Rocio Grande e trecho após a BR 280 até Binot de Gonneville; a rua João Bonifácio que está nesse trecho também; uma trincheira, a travessia da Padre Antônio Nóbrega para o trecho no loteamento do Zizico; a recuperação da estrada do Forte; o trecho da Avenida das Dunas, que é a orla da Praia Grande; a Binot Paulmier de Gonneville, que é o trecho que vai até o bairro Tapera; a estrada Eduardo Ledoux, na Vila da Glória; a rua Maria Hilda Leite, também na Vila da Glória; o trecho da orla do Paulas que compreende as praias, o trecho da Francisco Machado de Souza e o trecho da Francisco Mascarenhas. E também o primeiro trecho da estrada da Ribeira" .

Regularização do Portinho

A região do Portinho, às margens dos primeiros quilômetros de BR 280, começou a ser ocupada nos anos 2000, em um terreno que pertence a Cidasc. Hoje, com mais de 120 famílias, a comunidade reivindica a regularização fundiária, já que não recebe infraestrutura e serviços públicos devido à situação irregular.

A Cidasc decidiu por ceder o terreno para os moradores do local. Porém, a tramitação para passar o terreno para o Estado e depois para Prefeitura está na Assembleia Legislativa há anos. O deputado Marcos Vieira (PSDB) pediu vista do projeto, que se encontra parado desde então.

Prefeito: "Eu estive lá no Portinho a semana passada, juntamente com o deputado Fernando Krelling (PMDB). O pessoal do Portinho pode até pensar que esqueci deles, mas não esqueci não, continuo na luta. Quando houve a mudança de governo a nível estadual, prontamente fui lá e falei com a Assembleia Legislativa. Porque quem estava com essa bandeira na mão era o [Antônio] Aguiar (PSD) e lá a gente buscou um auxílio com o Fernando Krelling que abraçou essa causa e vai ajudar. Agora, evidente que não depende só da gente, depende muito mais do governo estadual do que nossa vontade própria. A nossa vontade própria é que isso se resolvesse do dia para a noite e a gente pudesse dar dignidade para aquela gente e levar a titularidade dos seus imóveis. Acontece que esse terreno é da CIDASC, ligado ao governo do Estado. Assim que a CIDASC liberar o terreno, essa passagem do terreno para Estado, prontamente, o governo passa para nós."

BR 280 e Contorno Ferroviário

O DNIT recentemente solicitou a União R$ 221 milhões para duplicação da BR 280 e R$ 88 milhões para o contorno ferroviário em São Francisco do Sul, em 2020. O Correio questionou o prefeito sobre como está o andamento dessas obras no município neste ano:

Prefeito: "O DNIT Rodoviário já tem definido o projeto de duplicação da BR 280, já está em andamento, não tem um saldo robusto na conta pra começar e terminar a obra. O recurso parece que tiraram do Lote 1 e transferiram para o do Lote 2 ou Lote 3, fiquei sabendo semana passada, se isso for verdade, é mais um desalento para população. Então não tem dinheiro suficiente.

E quero ressaltar que o que tem de injeção na conta da Construcap para obra é trabalho do senador Dário Berger (PMDB), que era membro do relatório de Orçamento da União. Então esse ano nós não temos até agora ninguém de Santa Catarina lá. Quero ver como será irrigada essa conta para dar continuidade à obra. O que está se tentando, é a Construcap fazer um lobby, que nós estamos ajudando também através da Amunesc. Tem uma obra na BR 101 lá em cima no nordeste que a Construcap é vencedora e ela não vai gastar todo esse dinheiro esse ano. Então está se tentando fazer um lobby para pegar um pouco de dinheiro lá e jogar aqui para fazer um bem bolado.

E o DNIT ferroviário deve no segundo semestre começar a obra, licitar e começar imediatamente. Os conflitos urbanos aqui em São Francisco foram todos resolvidos através dos editais que a gente fez" .



15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados