logocf.png

Siga nossas redes sociais

      
JUSTIÇA

Promotora de Justiça se reúne com organizações para incentivar ofertas de trabalho a adolescente do sistema socioeducativo

Nesta semana, dia 14, a Promotora de Justiça Graziele dos Prazeres Cunha, participou de encontro com 17 entidades, que preencheram inscrições para ofertar as vagas aos adolescentes para cumprirem as medidas socioeducativas de meio aberto, especialmente a Prestação de Serviços à Comunidade, na cidade de Joinville. A reunião foi uma iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos e Defesa da Criança e Adolescente (CMDCA).

A Promotora de Justiça, Graziele dos Prazeres Cunha, responsável pela 17ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joinville participou da reunião do Conselho Municipal dos Direitos e Defesa da Criança e Adolescente (CMDCA), na tarde de terça-feira (14/06), na sede da Cúria Diocesana de Joinville. Estiveram presentes 17 instituições para tratar de parcerias para oportunizar vagas de trabalho para o cumprimento de medidas socioeducativas de meio aberto, especialmente a Prestação de Serviços à Comunidade.

Foi uma oportunidade de desmistificar o serviço comunitário e convidar a comunidade a participar mais ativamente. Plantamos uma sementinha para promover uma transformação na sociedade em que vivemos, comentou a Promotora de Justiça Graziela dos Prazeres Cunha.

O objetivo principal do encontro foi sensibilizar as instituições sem fins lucrativos, cadastradas no CMDCA, para a abertura de espaços de trabalho para que esses adolescentes tenham um local adequado, com tarefas apropriadas para o cumprimento das medidas socioeducativas de meio aberto, em especial, de prestação de serviços à comunidade.


As medidas socioeducativas são um conjunto de diretrizes e orientações das políticas de Assistência Social, Saúde e Educação, que visam a promoção da proteção social e integração dos adolescentes à sociedade.

A Secretária Executiva do CMDCA, Jussara Berta Santana, ressaltou que ¿foi uma reunião que marcou um momento relevante para o município. Estamos discutindo as questões das medidas socioeducativas em parceria com a 17ª Promotoria da Justiça da Comarca de Joinville, que tem realizado encontros com as entidades e alguns órgãos públicos na possibilidade de abertura de espaços de trabalho para que os adolescentes cumpram suas medidas e passem por um processo de transformação e ressocialização. Com esta união de esforços, queremos mudar essa realidade em Joinville¿.


A coordenadora do CREAS 2 de Joinville, Eloisa Vieira, falou que essas parcerias serão muito importantes nesse momento. As parcerias estavam paradas durante a pandemia do Coronavírus e foram retomadas recentemente. São nestas entidades que os adolescentes cumprem as medidas e têm a oportunidade de aprender uma atividade e mudar sua realidade de vida, reforçou.

As vagas para as instituições que tenham interesse em se cadastrar junto ao CMDCA estão constantemente abertas. E para esclarecer todas as dúvidas a respeito do projeto e queira ser parceiro, pode procurar o CREAS, o CMDCA ou a Promotoria de Justiça.

A Promotora de Justiça destacou a necessidade da participação de todos. ¿Com a união podemos mudar a realidade destes adolescentes, pois nada se transforma sozinho, precisamos de parcerias, finalizou.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social MPSC - Correspondente Regional Joinville


15372217003380.png

Correio Francisquense - Fone: (47) 9172-6939
Rua: Marcílio Dias, 425 sala 09 São Francisco do Sul - Santa Catarina

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados